Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Cid Gomes recebeu pleito do Marajó

O Movimento Marajó Forte aproveitou a visita do ministro da Educação, Cid Gomes ao Instituto Federal do Pará, na sexta-feira  passada(27),  e entregou documentos relativos à campanha Pró-Criação da Universidade Federal do Marajó. O reitor do IFPA, Prof. Dr. Élio Cordeiro, concedeu um tempo, após as apresentações do corpo técnico e dos representantes dos discentes do instituto, para que o coordenador do MMF, Ricardo Fialho, apresentasse um resumo dos indicadores sociais e de desenvolvimento na mesorregião do Marajó, chamando a atenção do ministro para os indicadores sociais de desenvolvimento humano, além do baixo desempenho do ensino fundamental e médio aferidos pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no arquipélago. Vários municípios não têm conseguido alcançar a meta estabelecida pelo MEC, cujo objetivo é medir a qualidade de cada escola e rede de ensino. Enfim, todo o arquipélago demanda melhorias, mais investimentos e ampliação da oferta de vagas no ensino médio (principalmente na zona rural), técnico-profissionalizante e superior nas três microrregiões (Arari, Furo de Breves e Portel). 

O coordenador do Movimento fez um retrospecto das ações já realizadas pela campanha Pró-Criação da Universidade Federal do Marajó junto à UFPA, IFPA, Assembleia Legislativa, Câmara Federal, MEC e Presidência da República. Após conferir rapidamente os dados recebidos, Cid Gomes disse que já havia tomado conhecimento da situação, inclusive pelo próprio IFPA, que reforçou a necessidade de implantação de novo campus do Instituto no Marajó. O ministro solicitou ao Movimento e às instituições federais de ensino superior que levantem a demanda e oferta de vagas  no ensino técnico-profissionalizante e superior na região, para melhor análise e escolha da microrregião e município que deverá sediar a unidade pleiteada, a fim de encaminhá-la à apreciação da presidente Dilma Roussef. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *