Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Chicão reuniu cúpula da Segurança Pública para ajudar policiais

Cumprindo compromisso assumido há cerca de duas semanas quando recebeu um grupo de esposas, mães e irmãs de policiais militares do Pará que foram à Assembleia Legislativa pedir a intermediação no sentido da solução de vários problemas que afligem a categoria, o presidente da Alepa, deputado Chicão, reuniu com a cúpula da Secretaria de Segurança Pública no Pará, da Polícia Militar e da Polícia Civil. Participaram da reunião, após a sessão plenária, na Sala VIP, o deputado Delegado Nilton Neves e a deputada Professora Nilse Pinheiro;  Kátia Lacorte e Gisele Silva, pela Associação de Esposas e Familiares da Praça; Alda Evangelista e Géssica da Silva, representando a Associação dos Veteranos da Polícia Militar do Estado do Pará. Presentes, ainda, o Coronel Guaracy Paranhos, chefe da Casa Militar da Alepa, e o Coronel Flaviano Gomes, chefe da Inspetoria de Segurança da Casa.

Em pauta, temas como a situação dos policiais que são vítimas de bandidos, atenção para a prevenção desses casos, atuação mais rápida das inteligências sobre as mortes de policiais, programa de moradia para os policiais e seus familiares, melhorias no atendimento do plano de saúde do IASEP, valorização dos PMs, escalonamento de salários. As famílias dos policiais militares temem por suas vidas, ameaçadas pelo crime organizado, que tem a audácia de executar agentes da Segurança Pública em seus próprios lares e na frente de seus filhos. Reivindicam mais linhas de crédito para a moradia, proteção efetiva do Estado e resolução de processos que se arrastam, relativos a aposentadoria, assistência médica, odontológica e psicossocial, além de benefícios próprios da categoria, pelos riscos enfrentados.

O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, o comandante-geral da PMPA, Coronel Dilson Júnior, a Delegada-Geral Adjunta, Daniela Santos, o Corregedor-Geral da Polícia Civil, delegado Raimundo Benassuly, e respectivas equipes, alinharam as questões e se dispuseram a trabalhar para encontrar soluções. O Delegado-Geral de Polícia Civil, Walter Resende, não pôde estar presente em razão de missão no arquipélago do Marajó. A reunião foi em clima de cordialidade e algumas propostas já estão sendo viabilizadas pelos órgãos de segurança pública estadual. Ao final, as familiares dos policiais agradeceram a união de esforços entre os órgãos de segurança pública e dos parlamentares estaduais para a melhoria do trabalho, da segurança e da qualidade de vida dos policiais militares do Pará.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Participe da discussão

1 comentário

  1. Nada mais justo que a Assembleia Legislativa dê apoio a causa dos policiais, não só pelo lado social, como também incentivar ao bom trabalho que vem sendo realizado pela polícia de nosso estado, com a redução da violência em percentuais consideráveis nos dois últimos anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *