A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

Foram empossados hoje na Assembleia Legislativa do Pará os 41 deputados estaduais eleitos para a 61ª Legislatura (2023-2027). Em seguida houve eleição para a Presidência e a Mesa Diretora, em chapa única, tendo sido reeleito praticamente à unanimidade – por…

O governador Helder Barbalho está soltando a conta-gotas os nomes dos escolhidos para compor o primeiro escalão de seu segundo governo. Nesta quarta-feira será a posse dos deputados estaduais e federais e dos senadores, e a eleição para a Mesa…

Pela primeira vez na história, está em curso  um movimento conjunto da Academia Paraense de Letras, Academia Paraense de Jornalismo, Instituto Histórico e Geográfico do Pará e Academia Paraense de Letras Jurídicas, exposto em ofício ao governador Helder Barbalho, propondo…

Chão de Exílio resgata memória de Benedicto Monteiro

Wanda Monteiro está em Belém para o lançamento de “Chão de exílio” (Amo! Editora, 2022), o primeiro volume de uma trilogia em homenagem ao seu pai, o jornalista, advogado, escritor e político Benedicto Monteiro, um dos maiores intelectuais nascidos e atuantes no Pará no século XX. O livro, que reúne contos e testemunhos poéticos, terá sessão de autógrafos nesta quarta-feira, 16 de março, às 20 horas, no Núcleo Ná Figueredo (Av. Gentil Bittencourt, 449 – Nazaré).

Na década de 1970, Wanda Monteiro enfrentou um período de isolamento social decorrente da perseguição política sofrida por seu pai. Nascido em Alenquer, no Baixo Amazonas, deputado estadual, Benedicto Monteiro (1924-2008) foi acusado de subversão à ordem, por atuar em defesa da reforma agrária no Pará. Ele fugiu para o alto Curuá, na microrregião de Santarém do Pará, caçado como um animal, negociou sua rendição mas foi preso e humilhado em Belém do Pará e teve seus direitos políticos cassados injustamente. Depois de solto, para proteger a família, Benedicto viveu no exílio autoimposto em Belém, afastando os filhos do convívio social.

“Chão de exílio” pode ser tanto o quintal da casa de sua infância, como o chão metafísico, alicerçado na literatura, nas histórias contadas pelo pai e nos livros dos quais nasceu o seu encanto pela literatura.

A obra tem narrativa híbrida, que se desenvolve em prosa poética a partir da memória ora revisitada, ora reinventada. No geral, são histórias reais, contudo, Wanda recorre a alegorias e testemunhos poéticos, renomeando personagens e localizações geográficas. São 12 textos inéditos, incluindo uma “Carta ao pai”, em que a autora esclarece: “Escolho outra espécie de exílio: viver o afeto de meus filhos, a escrita de meus livros.

Natural de Alenquer (PA), Wanda Monteiro é escritora, poeta e advogada. Seus textos foram publicados em dezenas de antologias e revistas literárias, entre as quais Mallamargens, Gueto e Acrobata. É autora das obras: “O beijo da chuva” (Ed. Amazônia, 2008); “Anverso” (Ed. Amazônia, 2011); “Duas mulheres entardecendo” (Ed. Tempo, 2015), com a escritora Maria Helena Latinni; “A liturgia do tempo e outros silêncios” (Ed. Patuá, 2019); e “Aquatempo – Aquatiempo” (Ed. Patuá, 2020), em edição bilíngue para o espanhol.

O catálogo de publicações da Amo! Editora reúne sobretudo os autores contemporâneos da Amazônia. Sua proposta é lançar ou relançar obras fundamentais à compreensão do legado e da diversidade da região, com o diferencial de promover também a acessibilidade de seus títulos por meio de audiolivros. Obras inéditas de João de Jesus Paes Loureiro e Lilia Silvestre Chaves, entre outros autores, compõem o portfólio da editora. 

Serviço:

Lançamento e sessão de autógrafos do livro “Chão de exílio”, de Wanda Monteiro

Data: 16 de março de 2022

Horário: 20h

Local: Núcleo Ná Figueredo (Av. Gentil Bittencourt, 449 – Nazaré).

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *