0
Entre as companhias Docas, a A Codesp foi a que mais empregou a verba do Orçamento. Em abril, já tinha utilizado 25,7% dos R$ 46,79 milhões reservados para o Porto de Santos este ano. A Docas do Rio Grande do Norte teve o segundo melhor desempenho, aplicando 18,7% do que tem direito no Orçamento: já utilizou R$ 1,5 milhão dos R$ 8 milhões do ano. Mas a Companhia Docas do Pará, apesar de ter a maior fatia entre as estatais portuárias do País -­ R$ 107,2 milhões ­- não usou até agora qualquer parcela dos recursos. Os dados estão na Portos & Navios .
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Tem que fiscalizar

Anterior

Eclusas & hidrovias

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *