0
A Marinha prestou hoje um desserviço à população. Fez a festa de diplomação dos cadetes no complexo Feliz Lusitânia e, ignorando a proximidade da Assembleia Lagislativa, Fórum e Ministério Público, além do comércio e Ver-o-Peso, fechou na marra o estacionamento público em todo o entorno. Resultado: o trânsito, que já é caótico normalmente, ficou infernal. A nenhum órgão é permitido bloquear a via pública. Para garantir estacionamento privativo aos seus convidados, a Marinha deveria fazer seus eventos no quartel.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Impunidade nunca mais

Anterior

EMATRA VIII

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *