0

Os novos resultados do projeto Biota Pará, parceria entre o Museu Paraense Emílio Goeldi, Conservação Internacional e Secretaria de Estado de Meio Ambiente iniciada em 2003, estão neste livro, que será lançado na quarta-feira, 28, às 17 horas, no Espaço Ernst Lohse, no Parque Zoobotânico do MPEG.
A pesquisa sobre as “Espécies Ameaçadas de Extinção e Áreas Críticas para a Biodiversidade no Pará” vai subsidiar o
Programa Extinção Zero do governo estadual. O Biota Pará, ao inventariar e mapear a fauna e flora paraense, já resultou na Lista de Espécies Ameaçadas de Extinção, no levantamento sobre os fragmentos florestais remanescentes da área mais desmatada da Amazônia – o Centro de Endemismo de Belém – e na criação do Prêmio Márcio Ayres.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Dois pesos & duas medidas

Anterior

Centenário de Norberto Bobbio

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *