Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Na quarta-feira passada, dia 24, a audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, em Brasília, era para discutir a gravíssima situação na Terra Indígena Yanomami, mas o clima de enfrentamento entre bolsonaristas e lulistas inviabilizou…

O prefeito Edmilson Rodrigues anunciou que Belém tem condições de fazer o Carnaval 2022, após reunião hoje (25) à tarde com representantes das escolas de samba e blocos carnavalescos. Ele acredita que com mais de 80% de pessoas vacinadas contra…

Bida pega 30 anos

Já era quase meia noite quando finalmente acabou o terceiro julgamento de Vitalmiro Bastos de Moura, o Bida, um dos mandantes do assassinato da Irmã Dorothy Stang. O promotor Edson Cardoso de Souza, do Tribunal do Júri da Capital, conseguiu de novo a condenação a 30 anos de reclusão. Defendeu a tese de homicídio duplamente qualificado, praticado com promessa de recompensa, motivo torpe e uso de meios que impossibilitaram a defesa da vítima.

Os advogados de defesa fizeram mais uma pantomima. Atrasaram o julgamento uma hora porque não apareceram, e enviaram outro representante – acreditem – para pedir prazo para se inteirar do caso! O pedido foi negado, claro, e o juiz Moisés Flexa nomeou os defensores públicos Paulo Bona e Alex Noronha. Espera-se que, desta vez, acabe essa novela e seja feita Justiça.

Regivaldo Galvão, o Taradão, será julgado em sessão marcada para o dia 30 de abril deste ano.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *