Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Belém e o lixo

A cidadania não existe em Belém do Pará. Ou então está em férias intermináveis. As calçadas, quando não são tomadas por camelôs, mesas e cadeiras de bares, telões, cartazes e etecetera e tal, são intransitáveis por causa de buracos, mato e lixo, obrigando o distinto cidadão a disputar espaço na rua entre os carros, arriscando a própria vida. 

Na foto de cima, o lixo na calçada da Rua Diogo Móia, entre 14 de Março e Alcindo Cacela, perto da sede do Sindicato dos Jornalistas do Pará, está lançado desde o domingo. É provável que seja dessa casa com placa de aluguel de salas comerciais, acredita a jornalista Roberta Vilanova, presidente do Sinjor-PA. Já a foto embaixo mostra a calçada ao lado da escola Catarina Laboure, na travessa Perebebuí com avenida Senador Lemos. Tem de tudo um pouco: mato, pneus e lixo, verificou o jornalista Mozart Lira. Ambas são vias movimentadas e não há justificativa para que a coleta não seja feita, além do que deveria ser aplicada a devida multa aos selvagens que jogam imundície para tormentar os outros.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *