0

A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado aprovou o projeto de Decreto Legislativo 232/04, que autoriza o aproveitamento, para fins de transporte fluvial, dos trechos dos rios Araguaia, Tocantins e das Mortes, situados no interior ou às margens de reservas indígenas homologadas e demarcadas na forma da legislação indigenista, nos estados de Mato Grosso, Goiás, Tocantins e Pará. A informação é do presidente da Frente Parlamentar Pró-Hidrovias e Portos do Pará, deputado Luis Cunha (líder do PDT).

O projeto ainda vai tramitar pelas comissões de Constituição, Justiça e Cidadania, de Serviços de Infraestrutura e de Assuntos Sociais, antes de chegar ao Plenário.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Sefer depõe amanhã no TJE

Anterior

Lição histórica

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *