0

A Funcap tem prazo de um ano para oferecer novo prédio com espaço que atenda aos parâmetros pedagógicos, arquitetônico e de higiene e segurança. Além disso, equipe técnica multidisciplinar composta por assistente social, psicólogo, pedagogo e técnico 24 horas/dia no Serviço de Atendimento Social.
Este é o compromisso firmado no Termo de Ajuste de Conduta celebrado com o Ministério Público do Estado do Pará, por intermédio da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude, a fim de que o Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente tenha estrutura adequada para os atendimentos.
Caso a Funcap não cumpra o TAC, terá que pagar uma multa diária de R$5 mil, a ser recolhida ao Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Edifícios embargados

Anterior

Revelações virão

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *