0

O fundador da SpaceX, Tesla e Starlink, Elon Musk recebeu emissários ontem(15) em Austin, Texas (EUA), para discutir parceria entre as empresas Starlink e SpaceX e o governo brasileiro. Em pauta, o uso da tecnologia para preservação da floresta amazônica, a partir do monitoramento de desmatamentos e incêndios ilegais, além de projetos de conectividade para escolas e unidades de saúde em áreas rurais, comunidades indígenas e locais remotos. Os cerca de 4500 satélites que orbitam em baixa altitude das empresas de Elon Musk seriam muito úteis ao Brasil. E para o bilionário, levar internet aos povos da floresta amazônica é uma oportunidade a ser celebrada. Afinal, o apelo midiático é enorme. Para quem vive em meio à imensidão dos rios e matas, ficar conectado é um desafio estratosférico.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Comandante do I Comar visitou o IHGP-PA

Anterior

Sobre Fazer a Melhor Limonada.

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *