Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Alepa tem estudo de viabilidade da ferrovia

O presidente da Alepa, deputado Márcio Miranda recebeu  na semana retrasada, ao lado dos deputados presentes à sessão sobre as Parcerias Público-Privadas, do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Mineração, Adnan Demachki, o relatório do estudo de viabilidade econômica da ferrovia projetada para ligar Santana do Araguaia, na divisa com o Mato Grosso, com o porto de Vila do Conde, em Barcarena. A carta-consulta está na Sema para licenciamento ambiental. Assim que a licença prévia for concedida, começa o processo de licitação e a expectativa é de que no final do ano que vem os dois processos estejam conclusos. A Votorantim quer ser parceira na construção da ferrovia.
Em março, em razão das mudanças na estrutura administrativa, decreto do governador Simão Jatene permitiu a estruturação do núcleo das PPPs na Sedeme, que tem cinco projetos em estudo, dois na área do saneamento básico, na região metropolitana; um para o interior, de esporte e lazer, outro na área de educação, para a construção de 150 escolas em regime de PPP e o da ferrovia estadual, utilizando o modelo PMI (proposta de manifestação de interesse, etapa prévia à licitação, mecanismo por meio do qual o particular apresenta ao Estado estudos que possibilitam a própria modelagem da futura parceria)

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *