A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

AJB e OSTP no Premar Cabano

Amazônia Jazz Band, Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz e Banda Warilou são atrações do “Preamar Cabano”, que celebra os 407 anos de fundação de Belém e marca os 188 anos da Cabanagem, uma das mais importantes revoltas populares do País, a única em que o povo de fato assumiu o poder. A programação começou no último dia 7 e segue até 31 deste mês, no centro da capital paraense, no distrito de Icoaraci e até no arquipélago do Marajó.

No aniversário de Belém, em 12 de janeiro, às 20h, o Parque Urbano Belém Porto Futuro receberá a Amazônia Jazz Band com a banda Warilou, regidas pelo maestro Eduardo Lima, com repertório eletrizante e arranjos jazzísticos lindos do guitarrista Kim Freitas. A Warilou é integrada por Ronery, Joba, Nicinha, Suelene, Barata, Manoel Cordeiro, Júnior Baratinho e Neca.

Já na sexta-feira 13, no mesmo horário, será a vez da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, com o concerto “Belém 407 anos: de Waldemar a Mozart”, no palco do TP, sob a regência do maestro titular da OSTP, Miguel Campos Neto. O repertório austro-brasileiro inclui duas obras muito conhecidas, a ‘Sinfonia de nº 40’ e a ária da ‘Rainha da noite’, da obra A Flauta Mágica, de Mozart; valsas vienenses de Strauss; aberturas das operetas “O Morcego” e “Cavaleria Ligeira”; “Uirapuru” e “Boi-Bumbá”, do maestro Waldemar Henrique; e até “No Meio do Pitiú”, de Dona Onete, com arranjo de João Marcos Palheta. A soprano gaúcha Carla Domingues fará participação especial.

Os ingressos serão disponibilizados no dia do evento, a partir de 9h, na bilheteria do TP, e custarão R$2, limitados a duas unidades por pessoa (com apresentação de CPF), e pelo site www.ticketfacil.com.br.

A programação é uma realização do Governo do Pará, via Secretaria de Estado de Cultura), Theatro da Paz e Academia Paraense de Música.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Participe da discussão

1 comentário

  1. Será uma ótima oportunidade, comemorar o aniversário de Belém e curtir momentos inesquecíveis com o talento de nossos artistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *