Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

Vaticano em xeque

O movimento católico progressista alemão Iniciativa Igreja de Baixo pediu a saída do papa Bento XVI por causa das denúncias de pedofilia envolvendo religiosos.

A gota d’água foi na sexta-feira, quando veio à tona que um padre pedófilo foi transferido da diocese de Essen, na Renânia do Norte-Vestefália, onde cometeu violências contra menores, para Munique, em 1980, época em Joseph Ratzinger era arcebispo de Munique e Freising. O padre Peter H. continuou a abusar de crianças após a transferência e foi condenado a 18 meses de prisão em 1986.
Atualmente com 62 anos, ele é desde 2008 pároco de Bad Tölz, na Baviera, mas agora os fieis souberam de seus antecedentes.

Os alemães estão indignados com denúncias de abusos sexuais cometidos nos anos 1970 e 1980 em escolas jesuítas, além de suspeitas no coro da catedral de Regensburgo, que foi dirigido pelo irmão do Pontífice, Georg Ratzinger, durante trinta anos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *