0
A Vale manteve 40% da Mineração Rio do Norte, que lavra bauxita em Porto Trombetas, distrito de Oriximiná. Mas lançou ao espaço o sonho parauara da verticalização da cadeia do alumínio no Pará. Leiam matéria que fiz a respeito na edição do Uruá-Tapera que está nas bancas e que pode ser lida na íntegra no site do jornal.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

GP de Atletismo em Belém

Anterior

O fim do mentiroso

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *