0
O presidente Lula, o vice José Alencar e outros seis ministros presentes ficaram de cabelo em pé com a revelação do ministro Nelson Jobim anteontem à noite: a Abin adquiriu ilegalmente maletas de interceptação telefônica que podem fazer grampos em celulares sem depender de operadoras telefônicas e, por isso, em tese, sem a necessidade de autorização judicial. Ah, detalhe importante: por lei, a Abin é proibida de fazer escutas.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Dignidade

Anterior

Situação amazônica

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *