A igreja de São Francisco de Assis em Belém do Pará, carinhosamente chamada pelos fiéis de "Capuchinhos", completará cem anos de sua inauguração em 02 de outubro de 2022. A abertura oficial das festividades será com um concerto na igreja…

O trânsito continua matando mais do que muitas guerras. A administradora Gina Barbosa Calzavara, coordenadora dos bosquinhos da Universidade Federal do Pará, fez uma emocionante homenagem à memória do jovem Jean Serique Lameira, esportista do ciclismo e que também usava…

O Laboratório de Engenharia Biológica do Parque de Ciência e Tecnologia - PCT Guamá está estudando o sequenciamento genético do açaí, de modo a assegurar a rastreabilidade de ponta a ponta na cadeia produtiva e padrões de qualidade para os…

A Lei estadual nº 9.278/2021, que entrou em vigor em 30 de junho deste ano, instituindo a obrigação de que pessoas residentes em condomínios, conjuntos habitacionais e similares comuniquem à Polícia Civil, de forma imediata, qualquer tipo de agressão praticada…

Taxistas criminosos fazem outra vítima

Vocês lembram que no dia 18 de janeiro postei o caso de Ítalo Cláudio Falesi Filho, vítima de barbárie praticada por dois taxistas em Belém? Ele discutiu com um taxista por questões de trânsito e depois foi alcançado e espancado brutalmente por outros dois taxistas, a ponto de ter sido submetido a cirurgia. Pois hoje outro ato bestial ainda mais grave foi praticado, na mesmíssima sequência. Nicolas de Castro Mendes, 21 anos, soldado da Aeronáutica, trafegava de madrugada na BR-316, em Belém, com mais três amigos, quando um taxista bateu no carro dele. O rapaz desceu do veículo e houve uma discussão.
Nicolas seguiu caminho mas foi logo depois abordado por outros três taxistas que o assassinaram com dois tiros. Uma terceira bala feriu seu amigo que estava no banco do carona. O corpo do jovem militar será velado amanhã, na casa de sua família no bairro Parque Verde, e sepultado na segunda-feira (10). 
A Divisão de Homicídios da Polícia Civil investiga o caso mas até agora os matadores ainda não foram identificados. 

Está claro que esses taxistas são criminosos que vêm agindo sistematicamente com selvageria. A sociedade não pode ficar refém de tanta barbárie. É preciso que a polícia se empenhe, identifique os agressores e eles sejam punidos.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *