O IV Distrito Naval da Marinha do Brasil, em parceria com o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), Praticagem da Barra do Pará, Sociedade Amigos da Marinha Pará, Secretarias de Saúde de Barcarena e do Estado do Pará, Tribunal…

Guy Veloso, filho do saudoso jurista, notário e político Zeno Veloso, plantou em sua memória um pé de baobá na Universidade Federal do Pará, onde o ilustre parauara se destacou como professor de direito civil e direito constitucional, formando gerações…

Evellyn Vitória Souza Freitas nasceu no chão do banheiro do Hospital Municipal de Portel, município do arquipélago do Marajó (PA), no dia 28 de julho de 2021, por volta das 8h da manhã, prematura de 28 semanas e dois dias, pesando 1Kg e 39…

Vanete Oliveira, a jovem marajoara de 28 anos e mãe de cinco filhos que sofre há catorze anos com um tumor enorme em um dos olhos, que lhe cobre quase a metade da face, já está internada no Hospital Ophir…

Tarados por municípios

A comissão especial que analisa a PEC 52/03 – devolve aos estados a prerrogativa de criar, incorporar ou desmembrar municípios -, rejeitou o parecer do relator, deputado Zequinha Marinho (PSC-PA), que recomendava a aprovação da proposta e a realização de plebiscito apenas para a população da área que desejar a emancipação.


O novo relator é o deputado Guilherme Campos (DEM-SP), autor do voto em separado contrário à matéria, que considera um retrocesso:“_O constituinte originário, imbuído de boas intenções, permitiu aos estados toda a mobilidade no que diz respeito aos seus municípios. No entanto, os estados muitas vezes abusaram desse direito e usaram-no com fins eleitoreiros, criando um sem-número de municípios sem capacidade financeira ou infraestrutura essencial para atendimento das necessidades da população”, espetou.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *