Um pastor de igreja evangélica localizada no município de Breves, no arquipélago do Marajó, foi condenado a 39 anos de prisão por estupro de vulnerável, exploração sexual e por possuir e armazenar pornografia infantil, com o agravante de que ele…

Acionado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Ministério Público Federal recomendou ao prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, medidas efetivas para que os responsáveis pelo edifício conhecido como Bloco B da Assembleia Paraense assegurem a manutenção emergencial do…

Na quarta-feira passada (22), operários e servidores ligados à execução da reforma e readequação do Palácio Cabanagem almoçaram com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Chicão, que preferiu essa forma de reunião para agradecer pelo compromisso com o trabalho e…

Nunca reclamem de barreiras de fiscalização no trânsito. Graças aos agentes do Detran-PA um homem vítima de sequestro foi resgatado ileso ontem à noite, por volta das 23h, na rodovia BR-316. Conforme relato do coordenador de Operações do Detran-PA, Ivan…

Seduc descumpre acordo

Hoje, a líder da bancada do PT, deputada Regina Barata, e o líder do Governo na Alepa, deputado Airton Faleiro (PT), confirmaram a audiência entre os trabalhadores da Educação e a titular da Seduc, Iracy Gallo, para amanhã, às 9 horas, mesmo com a ocupação do posto de serviço da Sefa, na avenida Gentil Bittencourt, por um grupo de professores, em greve desde 6 de maio. O pedido de audiência foi feito pelo presidente da Alepa, deputado Domingos Juvenil (PMDB), que reuniu ontem com líderes do movimento, ao lado dos deputados Carlos Bordalo e Carlos Martins, e das deputadas Regina Barata e Bernadete Ten Caten, todos do PT.
Pois bem. Às 21h18 recebi, via e-mail, nota oficial da secretária de Estado de Educação dizendo que reavaliou sua decisão de receber as lideranças do Sintepp, conforme solicitação da Assembleia Legislativa do Estado do Pará, e que condicionou a concessão dessa audiência à desocupação do prédio da Secretaria de Estado da Fazenda.
Mais: Iracy Gallo afirma que os servidores já receberam, nos contracheques de maio, reajuste de 12,05% para nível operacional; 9,93% para nível médio; e 7,25% para o nível superior, retroativo ao último dia 1º de fevereiro. E entende que a ocupação é um ato “inconsequente e truculento que não demonstra nenhuma boa vontade para o estabelecimento do diálogo”.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *