0



O professor doutor e cardiologista Murilo Morhy, diretor do Hospital Universitário Bettina Ferro, da UFPA, pediu sua exoneração, em caráter irrevogável, após 40 anos de serviço. Servidores e alunos se despediram dele na sexta-feira, emocionados. Muito querido por todos, o médico sofre problemas cardiovasculares e por isso precisa se afastar das atividades. O hospital está sob a responsabilidade do diretor adjunto, o bioquímico Renato Ferreira, até a decisão do reitor Carlos Maneschy.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Deu na Folha de São Paulo

Anterior

Haveremos de tê-las

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *