0

A Operação Parceria, da PF, cumpriu hoje 11 dos 14 mandados de prisão e 40 para busca e apreensão, no Pará, Paraná, Maranhão, São Paulo e Goiás. O golpe da vez: desvios de recursos públicos através de Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), obtidos em parcerias firmadas com União, Estados e municípios para desenvolver projetos em diversas áreas. Um dos presos é Dinocarme Aparecido Lima, que tem negócios em território parauara.

As investigações também revelam ocultação de bens e direitos e lavagem de dinheiro, crimes contra a ordem tributária, aquisições suspeitas de títulos da dívida pública ‘podres’ e de imóveis rurais inexistentes no Estado do Pará.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Os convocados

Anterior

Ficha Limpa

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *