O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Começou hoje (27) às 8h e segue até às 17h a votação nas prévias do PSDB para escolher seu candidato à Presidência da República. O resultado, se tudo correr bem, deve ser anunciado às 20h. O partido passou a semana…

Em uma aula prática da Faculdade de Medicina da Unifamaz, ontem, o professor Marcus Vinícius Henriques de Brito, visivelmente impaciente com a aluna que deveria demonstrar intubação em um boneco, questionou a falta de lubrificação prévia do paciente, ao que…

Projeto Cururu in concert

Quarenta crianças e adolescentes do Projeto Cururu sobem ao palco do Centro Comunitário da Paróquia de Santo Antonio de Lisboa, o Centrão ((Rua São Miguel com Dr. Moraes, 943, no bairro da Cremação, em Belém), amanhã, às 19 horas, para interpretar clássicos da música erudita e popular, tocando violino, viola e violoncelo.

No repertório dos Corais infantil e juvenil, além do clássico “Coco Peneruê”, de Waldemar Henrique, os alunos do projeto também irão interpretar, sob regência do maestro Jonas Arraes, as canções “Ciranda da Rosa Vermelha”, de Alceu Valença, “Cirandeiro, cirandeiro, ó”, de Edu Lobo, e “Brega Ecológico”, um antigo bolero arranjado por Ana Souza, que versa sobre a preservação ambiental da Amazônia.

O recital é fruto do Curso de Férias realizado pelo coordenador do projeto, maestro Jonas Arraes. Uma das atividades paralelas foi a exibição do filme italiano “Vermelho como o Céu”, de Cristiano Bortone, que conta a saga de um garoto que perdeu a visão em um acidente, nos anos 70, e que lutou contra tudo para alcançar seus sonhos. O filme é baseado na história real de Mirco Mencacci, renomado editor de som da indústria cinematográfica italiana. Após o filme, foram feitas reflexões conjuntas com os meninos e meninas tendo como mote a palavra “superação”.

O Curso de Férias também contou com a orientação dos professores Anderson Paes e Luciana Arraes – mestre em violino pela Universidade de Massachussetts Amherst, que mora nos EUA e aproveitou a vinda a Belém para ministrar o curso. Luciana fundou o Projeto Cururu, em 2002, junto com a sua mãe, a museóloga Rosa Arraes, na tentativa de orientar musicalmente, por meio do canto coral, as crianças que frequentavam o Centrão.

O Cururu já se apresentou no espetáculo “Sonhos para Dias Melhores”, no Teatro da Paz, em 2007, e fez parte do Auto do Círio nos últimos anos. Em maio de 2009, fez participação especial em recital beneficente da cantora lírica Gabriella Florenzano, na Igreja de Santo Alexandre. Ganhou, em 2006, o Prêmio Marketing Cultural da ADVB e, em 2008, a Medalha Francisco Castelo Branco, da Prefeitura Municipal de Belém.

Quem quiser saber mais sobre o projeto pode ligar para (91)3242 6001.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *