0
O Comando Geral da Polícia Militar abriu sindicância para apurar as circunstâncias em que um policial disparou sua arma de fogo para o alto, a fim de dispersar os estudantes da Escola Estadual Cordeiro de Farias, que faziam protesto na Av. Almirante Barroso, ontem de manhã. O PM já foi identificado e encaminhado à Corregedoria da corporação.
A PM foi acionada para conter os estudantes e motoristas, que reclamavam de ter seus veículos apedrejados. Segundo os estudantes, o protesto seria contra o projeto de ampliação do estacionamento do Tribunal de Justiça do Estado, que ocuparia parte da quadra de esportes da escola.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

A outra

Anterior

Espaço de candidato

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *