0

A Segunda Turma do STF negou habeas corpus pedindo anulação do processo que condenou o coronel PM Mário Colares Pantoja a 228 anos de reclusão por homicídio qualificado, em razão do massacre em Eldorado do Carajás, em 1996.  Absolvido no primeiro julgamento, em agosto de 1999, que foi anulado em 2000 pelo TJE-PA, por irregularidades, acabou sendo condenado em maio 2002.
O julgamento do HC no STF estava suspenso desde 14 de junho do ano passado, quando o ministro Celso de Mello pediu vista do processo. Já naquela época, o relator, ministro Gilmar Mendes, e a ministra Ellen Gracie haviam votado pela denegação da ordem.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

SDDH convida

Anterior

Calendário eleitoral

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *