0

Nesta sexta-feira, dia 12, pessoas do mundo inteiro ocuparão as ruas para gritar contra a barbárie, o feminicídio, a violência e o extermínio que as mulheres sofrem diariamente. Mesmo com leis cada vez mais rigorosas, a verdade é que a violência campeia e nenhuma mulher consegue viver livremente e realizar seus sonhos com segurança e paz. Todos os dias, a toda hora, a todo minuto e a cada segundo uma mulher é humilhada, espancada, torturada, estuprada e morta, com requintes de perversidade. Não é possível tolerar esse massacre.

Os atos públicos desta sexta também são em solidariedade à venezuelana Julieta Hernandez, a Miss Jujuba, ciclista, palhaça circense, cicloviajante e ativista social, brutalmente assassinada no interior do Amazonas enquanto pedalava de volta para casa, onde passaria as festas de final de ano com a sua mãe, irmã e sua família venezuelana. Ela dedicou boa parte de sua vida proporcionando alegria e sorrisos a crianças no interior do Brasil, disseminando a cultura do circo e das mulheres palhaças por onde passava, sempre pedalando sua bicicleta customizada. Amada por tod@s que a conheceram, ela fez amigos especiais em Belém e em Santarém do Pará. Em Alter do Chão, onde ficou um tempo, Julieta ajudou inclusive divulgar a Feirinha do Terminal, que comercializa produtos agroecológicos.

É mais uma vítima emblemática da sociedade doente que não permite que mulheres sejam livres.

Confiram os municípios, locais e horários da manifestação de amanhã:

Belém (PA) – Memorial da Cabanagem (Entroncamento), 19h30
Manaus (AM) – Largo São Sebastião, 18h30
Santana (AP) – Praça Cívica de Santana, 19h
Boa Vista (RR) – Instituto Biriba , 17h
Bonito (MS) – Praça da Liberdade, 18h30
Brasília (DF) – Museu Nacional da República, 19h
Campo Grande (MS) – Relógio Central (Av. Calógeras/Afonso Pena), 19h
Aracaju (SE) – Praça Camerino (Centro), 20h
Campina Grande (PB) – Museu Digital do Sesi, 19h
Fortaleza (CE) – Praça do Ferreira, 16h30
Natal (RN) – Praça Cívica, 19h30
Recife (PE) – Praça do Derby, 17h
São Luís (MA) – Parque do Rangedor, 19h
Tamandaré (PE) – Praça da Juventude, 18h
Campinas (SP) – Largo do Rosário, 19h30
Marília (SP) – Teatro Municipal de Marília, 20h
Mogi das Cruzes (SP) – Praça São Benedito, 19h30
Piracicaba (SP) – Largo dos Pescadores, 18h30
Rio de Janeiro (RJ) – Cinelândia, 19h
São Paulo (SP) – MASP, 18h30
Sorocaba (SP) – Terminal São Paulo, 19h
Uberlândia (MG) – Viaduto do Shopping, 19h
Vitória (ES) – Praça Costa Pereira até Praça do Papa, 18h30

Cascavel (PR) – Em frente à Catedral, 19h
Chapecó (SC) – Ecoparque (Av. Getúlio Vargas), 18h45
Curitiba (PR) – Praça Santos Andrade, 19h
Florianópolis (SC) – Largo da Alfândega, 19h
Londrina (PR) – Vila Cultural Canto do MARL, 17h30
Paranaguá (PR) – Praça Fernando Amaro, 15h
Pelotas (RS) – Largo do Mercado Público, 18h30
Porto Alegre (RS) – Largo do Zumbi, 18h30

Em Salvador (BA) o ato público será no Largo da Mariquita (Rio Vermelho) neste dia 13 de janeiro, às 17h30.

No Exterior, amanhã haverá manifestação em Mar del Plata (Argentina) – Plaza España, às 18h; e em Lisboa (Portugal), haverá pedalada com concentração na Alameda às 18h30 e saída às 19h.

Em Marselha (França) será na Vieux Port, no próximo dia 18, às 18h.

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Meu mundinho

Anterior

Eu vou tomar um tacacá

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *