0
O presidente da CPI da Pedofilia na Alepa, deputado Adamor Aires (PR), acaba de me relatar pelo celular que a situação em Cametá, onde a Comissão fica até amanhã, é gravíssima. Disse que nem ficando um mês na cidade os deputados conseguiriam dar conta de tantas denúncias, envolvendo de empresários a pescadores, passando por padrastos que abusam sexualmente de suas enteadas.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Eclusas & hidrovias

Anterior

Do Lápis de Memória

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *