0
A primeira reunião do Grupo de Trabalho Intergovernamental que vai concluir o Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu foi hoje, no Centro Integrado de Governo, em Belém. O prazo para conclusão do plano é até 31 de maio deste ano, para que seja incluído no edital do leilão da UHE-Belo Monte, como forma de compensar financeiramente o Pará pelo empreendimento. Até o próximo dia 26, os órgãos governamentais devem enviar informações para o diagnóstico final da região.

Entre as ações prioritárias do Xingu constam a regularização fundiária com licenciamento ambiental para assentamentos, pavimentação da Transamazônica, construção de escola agrotécnica, universalização do saneamento básico e a realização de um seminário regional para discutir a ampliação e um modelo da estrutura produtiva da região. A próxima reunião, ampliada, será em 1º de fevereiro, também na capital.
O PDRS é um instrumento de planejamento socioeconômico, em parceria dos governos federal e estadual, para beneficiar os municípios de Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu, no Vale do Xingu.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Andada do caranguejo-uçá

Anterior

Fraude no Bolsa Família

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *