0
O MPF denunciou à Justiça três acusados de saques ilegais em nome de beneficiários do Bolsa Família em Altamira. Em fevereiro de 2009, a CEF no município recebeu denúncia anônima sobre fraudes nos benefícios do programa.
O funcionário Jazon Silva Nascimento, mentor intelectual do esquema, caixa de ponto de venda, desbloqueava os cartões, cadastrava uma senha para cada, e depois sacava os benefícios ou repassava os cartões e as senhas a Gilson Buffon Vaz e Cristiano da Silva Costa, que usavam caixas de autoatendimento.
35 cartões do Bolsa Família foram utilizados nessas operações durante 11 meses, de julho de 2008 a maio de 2009, totalizando 385 saques ilícitos.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

PDRS do Xingu

Anterior

A volta dos que não foram

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *