0

“O Estado não terá receio de cortar a própria carne e vir a expurgar de seus quadros os maus agentes públicos, submetendo-os à Justiça criminal”. (secretário de Segurança Pública, Geraldo Araújo, sobre a operação “Navalha na Carne”, que prendeu 23 pessoas, entre civis e policiais militares, acusadas de envolvimento em grupo de extermínio, cárcere privado, tráfico de drogas, concussão, homicídios, tráfico de armas, formação de bando ou quadrilha e roubo).

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Disputa pelo embarque

Anterior

Jornalista libertado

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *