Em iniciativa inédita, o Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro celebra os percursos individuais e coletivos que construíram as políticas de salvaguarda do patrimônio cultural no Brasil, lançando a obra “Em Defesa do Patrimônio Cultural”, organizado por…

Neste sábado, 16, postos de saúde ficarão abertos para a vacinação com foco em menores de 15 anos. Em Belém, 11 unidades vão funcionar das 8h às 14h. A campanha da Multivacinação iniciou no dia 04 de outubro e segue…

De autoria do carnavalesco e professor Paulo Anete, o enredo para o Carnaval 2022 da Escola de Samba Grêmio Recreativo Carnavalesco e Cultural Os Colibris, de Belém do Pará, é “Zélia Amada/ Zélia de Deus/ Zélia das Artes/ Herdeira de…

Batizada de sagui-de-Schneider (Mico schneideri), em homenagem ao pesquisador brasileiro Horácio Schneider (1948-2018), geneticista da Universidade Federal do Pará e pioneiro da filogenética molecular de primatas, a descoberta alvoroçou a comunidade científica internacional. A nova espécie de sagui amazônico do…

Os felizardos do auxílio moradia

A semana começou com os congressistas brasileiros no olho do furacão. A Folha de S.Paulo levantou que 167 dos 594 deputados federais e senadores recebem ajuda financeira para moradia (em espécie ou reembolso). E pelo menos 13 ganham o benefício apesar de terem casa própria em Brasília. Além disso, também dispõem mensalmente de R$ 102 mil para pagar salário de assessores e subsídios que variam de R$ 30,8 mil a R$ 45,6 mil para custear despesas diversas do mandato como escritórios, combustível e alimentação. Entre os beneficiados está o presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que tem apartamento em Brasília e patrimônio declarado de R$ 2,07 milhões. Do Pará, por enquanto o único na lista é o deputado federal Nilson Pinto(PSDB), dono de dois apartamentos no DF. O senador Pedro Chaves (PSC-MS), cujo patrimônio declarado é de R$69 milhões e tem apartamento na capital federal, também recebe auxílio moradia. Os parlamentares alegam que usam o dinheiro para pagar vigia e manter a própria residência. 

Os demais que recebem auxílio moradia mesmo tendo casa própria são os deputados federais Nelson Pelegrino (PT-BA), Heráclito Fortes (sem partido-PI), Padre João (PT-MG), Danilo Forte (sem partido-CE), Marinha Raupp (PMDB-RO), Rubens Bueno (PPS-PR) e Carlos Andrade (PHS-RR), e os senadores José Agripino (DEM-RN), Paulo Paim (PT-RS) e Ângela Portela (PDT-RR). 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *