Desde sua origem, Marabá (PA) sofre anualmente enchentes dos rios Tocantins e Itacaiúnas e a população que reside em áreas de risco fica em situação de vulnerabilidade. Todos os anos a defesa civil estadual e municipal planeja, monitora e prepara…

Em noite de gala na próxima segunda-feira, 24, às 19h, no Teatro Maria Sylvia Nunes, em Belém, o governador Helder Barbalho vai lançar o 110º Campeonato Paraense de Futebol, o Parazão Banpará 2022, com transmissão ao vivo pela TV e…

Todos os órgãos de segurança estão trabalhando de forma integrada para dar suporte à população em face da destruição do pilar central e iminente desabamento do vão da ponte do Outeiro. O Centro Integrado de Comando e Controle da Segup…

O Procurador-Geral de Justiça do Estado do Pará, César Mattar Jr., recebeu em audiência o advogado Arnaldo Jordy e uma comissão integrada por Simone Pereira, da Universidade Federal do Pará; Marcelo Alves, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e…

Operação Guaiamum em Santarém Novo

O procurador de Justiça Nelson Pereira Medrado e os promotores de Justiça Milton Luís Lobo de Menezes e Harrison Henrique da Cunha Bezerra, com apoio do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPE-PA, e da Polícia Rodoviária Federal, deslancharam hoje cedo a “Operação Guaiamum”, nos municípios de Santarém Novo e Belém, onde cumpriram cinco mandados de busca e apreensão a fim de colher provas de fraudes em licitações e outras irregularidades na gestão do prefeito Sei Ohaze e do vice-prefeito Paulo Neves Campos, ambos já afastados por decreto legislativo da Câmara Municipal em 30 de março deste ano.  A equipe do MP ainda está em Santarém Novo.

Na casa do prefeito afastado Sei Ohaze foram apreendidas sete armas de grosso calibre (revólveres e escopetas) – uma com numeração raspada (não cabe fiança) – e munição. Ohaze não foi encontrado. Na residência do vice Paulo Campos, em Santarém Novo, foram apreendidos documentos relacionados a licitações municipais. Campos estava em casa no momento da ação. Já na sua residência em Belém, foram recolhidas mídias de computador. Na sede da prefeitura de Santarém Novo houve a apreensão de dezenas de processos licitatórios. Avaliações preliminares já apontam indícios de montagens em alguns procedimentos. O Ministério Público do Estado foi também na Ferreira & Viggiano Cia Ltda ME, empresa fantasma de propriedade do prefeito Ohaze, em Santarém Novo. O endereço do estabelecimento coincide com um quarto de pensão.
Todo o material será analisado em Belém pelo MPE-PA, que deverá ajuizar ações nas áreas cível e criminal.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *