0
A Operação Madeira Limpa, da PF, causou um estrago na política em Oriximiná. Luiz Bacelar Guerreiro Filho, o gerente executivo do Incra em Santarém, preso hoje, participou de grande reunião de seu partido, o PMDB, no sábado, quando se colocou – com o apoio do deputado federal José Priante – candidato a presidente do diretório municipal e pré-candidato à prefeitura de Oriximiná. Agora, sob esses holofotes nada recomendáveis, é pouco provável que seu nome resista. Além da ação perante a Justiça Federal a que vai responder, o Incra já o afastou do cargo e instaurou procedimento administrativo a fim de apurar responsabilidades.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Além da queda, o coice

Anterior

CEV teve que adiar sessão temática

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *