Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

Opções de lazer no domingo em Belém


Percorrer e revelar paisagens da belle époque na cidade de Belém do Pará é o lema do passeio do Roteiros Geoturísticos, projeto de extensão da UFPA coordenado pela professora doutora Maria Goretti da Costa Tavares (Faculdade de Geografia e Programa de Pós Graduação em Geografia), neste domingo, dia 11, com saída na Praça das Sereias (em frente ao Cinema Olympia), às 8:30h. As inscrições são gratuitas, pelo e-mail roteirosgeoturisticos@gmail.com. O percurso: Cinema Olympia – Praça das Sereias – IEP – Avenida Nazaré – Palacete Bolonha – Av. Governador José Malcher – Coretos e Praça da República – Theatro da Paz – Grande Hotel – Av. Presidente Vargas – Rua Santo Antônio – Paris N´América – Praça dos Estivadores. 

O projeto Circular também convida convida a todos para mais um domingo circulante pelos bairros da Campina, Cidade Velha e Reduto. Serão mais de 20 espaços culturais abertos com programação variada, das 10h às 18h. 

Confiram:

1. Casulo Cultural – Trav. Frutuoso Guimarães 562 – Campina – Espaço para arte, cultura e educação, das 14h às 18h.
Exposição coletiva Cidades Íntimas, de Cynthia Marques, Renata Aguiar, Maurício Franco e Isabela do Lago.

2. Espaço Cultural Valmir Bispo Santos – Trav. Padre Prudêncio, 681 – Campina, das 10h às 18h.
Exposição coletiva de Deivid Santos, Mauro Barbosa, Marília Melo, Michelle Quadros, Nádia Barbosa e Vânia Santos. 

3. Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos – Trav. Padre Prudêncio, esquina com Aristides Lobo.
Café da manhã na praça a partir das 8h. Canto de Chão às 10h. Missa em Latim às 11h. 

4. Porto do Sal – Rua São Boaventura com Gurupá – Cidade Velha.
A partir das 10h: exposição de Del Tetto Jr. e Elaine Arruda na Metalúrgica Santa Terezinha; ação de pintura com os artistas Éder Oliveira e Luís Júnior; churrasco do Dinho. 

5. Kamara Kó – Trav. Frutuoso Guimarães, 611 – Campina, das 10h às 18h.
Abertura da Exposição “Inquietude”, individual da fotógrafa Ana Mokarzel. 

6. Associação dos Amigos do Arquivo Público do Pará – Av. Portugal, 267 (altos) – Campina, das 10h às 18h. 

7. Hope Skatehouse – Rua Aristides Lobo, 134 – Campina. Venda de artigos para skate, das 10h às 18h.

8. Belchior Escola de Beats – Rua Aristides Lobo, 134 – Campina, com Oficina de Iniciação à Música Eletrônica, de 14h às 18h. 

9. Discosaoleo – Trav. Campos Sales, 628, porão, entre Riachuelo e General Gurjão – Campina, das 11h às 18h.
Mini concertos e venda e colagem de poster lambe-lambe com a fotógrafa Evna Moura; 11:30h Rafael Azevedo Trio; 15:30h Delinquentes Acústico; e 17:30h Marcel Barretto. 

10. Gotazkaen – Trav. Rui Barbosa, 543, das 11h às 19h. 

11. Atelier Drika Chagas – Trav. Capitão Albuquerque, 300 – Cidade Velha, das 10h às 18h. 

12. Espaço Oficina Assim – Trav. Frei Gil de Vila Nova, 215 – entre Manuel Barata e Ó de Almeida – Reduto, de 9h às 12h aula prática de desenho livre pelas ruas da Campina e Cidade Velha, como parte da oficina de sketches urbanos, com técnicas de perspectiva, grafite sobre papel e desenho de observação, para a apropriação da linguagem através do olhar de uma “cidade invisível”. Ministrada por Nelson Carvalho, ela acontece de 9 a 19 de janeiro. Inscrições pelos telefones: 98100-9610; 98304-3371 e 98052-0070. Das 11h às 15h  a risoteria da Oriana será montada novamente na cozinha aconchegante do Assim para o preparo, na hora, de risotos e variados pratos para o almoço dos circulantes.

13. Atelier do Porto – Trav. Gurupá, 104 – Cidade Velha, das 10h às 18h. 

14. Fórum Landi – Praça do Carmo, nº 60 – Cidade Velha, das 10h às 19h.
A Editora da UFPA participa na venda de títulos com até 50% de desconto, da Ed. UFPA, Edusp, Editora da UNIFESP, Companhia das Letras, Ateliê Editorial, Boitempo, Paka-Tatu, Cortez e outras. 

15. Geo Turismo da UFPA – Roteiro da Belle Époque.

16. Centro Cultural do Carmo – Alameda do Carmo, 40/48, Praça do Carmo – Cidade Velha, das 10h às 18h. 

17. Xícara Voadora – Trav. Piedade, 599. Altos – Reduto – comida vegetariana, loja de vinis, estúdio de ensaio e de gravação, a partir das 11h. 

18. Tapioquinha da Dona Cléia – Trav. Frutuoso Guimarães, 691 – entre Carlos Gomes e General Gurjão – Campina, a partir das 10h, com bolos, cuscuz e tapioquinhas. 

19. Restaurante Dona Joana – Trav. Campos Sales, 482, entre Aristides Lobo e Ó de Almeida – Campina, das 11h às 16h com comida 100% sem glúten. 

20. Bar do Rubão – Trav. Gurupá, 312 – entre Cametá e Dr. Malcher – Cidade Velha, a partir do meio-dia, com a tradicional casquinha de caranguejo mais famosa da Cidade Velha. 

E Michel Pinho convida todo mundo para a visita monitorada na Cidade Velha que promove em homenagem ao aniversário de Belém. Serão percorridas as ruas e os prédios históricos de Belém. Primeira vez, cegos, portadores de baixa visão e surdos poderão participar. Haverá áudio descrição por Aline Corrêa e uma profissional de Libras, que estarão na jornada. Local do encontro: na frente do Forte do Presépio – Cidade Velha, às 8:30h da manhã. O trajeto inclui a Rua do Norte, Praça do Carmo, Palácio Lauro Sodré, igreja da Sé e monumento ao general Gurjão. 

Os eventos são gratuitos. Aproveitem! Não esqueçam de ir com tênis, boné, protetor solar e roupas leves, além de levar guarda-chuva ou capa de chuva. Afinal, a tradição de Belém é a chuva.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *