0
Amanhã, a partir das 9h, na sala dos ex-presidentes da Assembleia Legislativa, a Comissão Estadual da Verdade do Pará fará a oitiva de Pedro Batista, irmão do deputado constituinte estadual João Carlos Batista, assassinado em pleno exercício do mandato, e que poucas horas antes anunciara da tribuna da Casa, pela enésima vez, sua morte, executada por pistoleiros de aluguel. João Batista era advogado, defendia os trabalhadores rurais em conflito pela posse da terra e integrava uma lista de pessoas marcadas para morrer, crimes consumados um a um, sem que algo fosse feito para proteger as vidas em risco, à exceção de dois dos ameaçados, a ex-deputada federal Socorro Gomes e o ex-senador Ademir Andrade. A oitiva na Alepa é aberta a qualquer pessoa.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Os cabeçudos de São Caetano de Odivelas

Anterior

Pesquisa da Ufopa quer aproveitar esgoto

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *