0

Parece conversa fiada de caboclo caçador, tão inusitado é o caso, mas é a pura verdade, com direito a Boletim de Ocorrência (nº 00123/2021.101519-0) registrado na delegacia de Polícia Civil, com relato oficial de policiais militares. Fatos reais, como diria o meu querido e saudoso AAPB. Aconteceu na manhã do último dia 12, no bairro Algodoal, em Abaetetuba(PA). Antônio Gomes de Lima, à falta de coisa melhor para fazer no Dia dos namorados, invadiu sorrateiramente a residência da senhora Lucidea a fim de furtar seus pertences; porém, ao tentar pegar o papagaio da vítima o pássaro não se rendeu e passou a gritar incessantemente, em alto e bom som: “_Socorro, ladrão!”. A dona da casa enfrentou bravamente o gatuno em defesa do seu animal de estimação, então o meliante puxou uma faca de serra, ameaçando de morte a pobre mulher, que mesmo assim não se intimidou: gritou com todas as forças, pedindo ajuda para os vizinhos, que acudiram prontamente, detiveram o larápio e acionaram a viatura da PMPA que fazia ronda nas proximidades. Todos foram conduzidos à Depol para os procedimentos cabíveis, na viatura 3106, por causa da pesada chuva que caía na fantástica Abaeté. O papagaio é este da foto. 

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

MPF e MPPA em atuação conjunta no Marajó

Anterior

Novíssimas teses sobre a Cabanagem

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *