Vanete Oliveira, 28 anos, mãe de cinco filhos, vive em Portel, município do arquipélago do Marajó(PA). Ela sofre há catorze anos dores atrozes além do desconforto, trauma e todo tipo de dor física e psicológica, por conta de um tumor…

As Diretorias de Combate à Corrupção e de Polícia do Interior da Polícia Civil do Pará prenderam hoje (28), no Distrito Federal, durante a Operação "Litania”, uma falsa empresária e sócios-proprietários que utilizavam empresa de fachada como instituição financeira para…

A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará publicou extrato de dispensa de licitação para contratar a Prodepa, por R$800.427,88, a fim de desenvolver novo site da Transparência do Governo do Pará, com criação de nova arquitetura de informação, navegação…

Andar de motocicleta proporciona histórias, experiências e adrenalina. Motos oferecem facilidade de locomoção rápida e de conseguir estacionamento. Mas a liberdade é, sem dúvida, o motivo número 1 de todo motociclista. Sentir o vento, o clima, fazer parte da paisagem. Este é…

O incrível papagaio falante e a valente abaeteuara

Parece conversa fiada de caboclo caçador, tão inusitado é o caso, mas é a pura verdade, com direito a Boletim de Ocorrência (nº 00123/2021.101519-0) registrado na delegacia de Polícia Civil, com relato oficial de policiais militares. Fatos reais, como diria o meu querido e saudoso AAPB. Aconteceu na manhã do último dia 12, no bairro Algodoal, em Abaetetuba(PA). Antônio Gomes de Lima, à falta de coisa melhor para fazer no Dia dos namorados, invadiu sorrateiramente a residência da senhora Lucidea a fim de furtar seus pertences; porém, ao tentar pegar o papagaio da vítima o pássaro não se rendeu e passou a gritar incessantemente, em alto e bom som: “_Socorro, ladrão!”. A dona da casa enfrentou bravamente o gatuno em defesa do seu animal de estimação, então o meliante puxou uma faca de serra, ameaçando de morte a pobre mulher, que mesmo assim não se intimidou: gritou com todas as forças, pedindo ajuda para os vizinhos, que acudiram prontamente, detiveram o larápio e acionaram a viatura da PMPA que fazia ronda nas proximidades. Todos foram conduzidos à Depol para os procedimentos cabíveis, na viatura 3106, por causa da pesada chuva que caía na fantástica Abaeté. O papagaio é este da foto. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *