0
Os efeitos da crise econômica mundial continuam a retrair a demanda pelos produtos da pauta mineral do Pará. A queda nas exportações da indústria extrativa mineral foi de 40% e na de transformação mineral chegou a 46%. Entretanto, houve crescimento de 21% nas exportações acumuladas desde janeiro deste ano. No mesmo período de 2008, a indústria extrativa mineral do Pará exportou US$ 1,6 bilhão. Em 2009, as exportações dos cinco primeiros meses subiram para US$ 1,9 bilhão. Já a estabilização na arrecadação da Compensação Financeira sobre a Exploração de Recursos Minerais, dada sobre o faturamento líquido das empresas, indica que os ajustes microeconômicos permitiram manter a rentabilidade dos empreendimentos em níveis menores de receitas e despesas. Em maio de 2009, a arrecadação da CFEM atingiu R$ 23 milhões no Pará, valor muito abaixo dos R$ 44 milhões arrecadados em dezembro de 2008. Mas ainda assim acima da média dos últimos quatro meses.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Funcap recorre

Anterior

Conjunto do Basa: 24 h para conciliação

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *