Para marcar os quinze anos de criação das Florestas Estaduais de Faro, Trombetas e Paru, da Estação Ecológica Grão-Pará e da Reserva Biológica Maicuru, na Calha Norte, hoje (4), o Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) lançou…

Lançamentos literários, apresentações de teatro, oficinas voltadas para as culturas pop e japonesa, arrecadação de livros, atividades pedagógicas e lúdicas direcionadas ao público infantil, entre outras ações, estão no cardápio de cultura e arte servido aos visitantes do estande da…

O procurador do Ministério Público do Trabalho Sandoval Alves da Silva tomou posse na chefia da Procuradoria Regional do Trabalho da 8ª Região para o biênio de 2021-2023 enfatizando o papel decisivo do MPT na garantia dos direitos humanos. O…

Prevaleceu o bom senso e o cuidado com as pessoas. O prefeito Edmilson Rodrigues ouviu o secretário municipal de Saúde, Maurício Bezerra, e técnicos responsáveis pela vacinação e enfrentamento à Covid-19, e cancelou os desfiles das escolas de samba, blocos…

Novos desembargadores no TRT8

Saiu hoje no Diário Oficial da União a nomeação, pela presidente Dilma Rousseff, dos juízes Julianes Moraes das Chagas (por antiguidade) e Maria Zuíla Lima Dutra (por merecimento) para desembargadores do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região. Julianes das Chagas ​assume a vaga da desembargadora Odete de Almeida Alves, que se aposentou em setembro de 2014, e Zuíla Dutra a vaga da desembargadora Elizabeth Fátima Martins Newman, aposentada em junho de 2015. Ambos os magistrados, a par do brilho, competência e honra com que exercem suas funções, têm histórias bonitas de superação.

Julianes das Chagas ingressou na Justiça do Trabalho da 8ª Região em agosto de 1979​,​ como motorista oficial, atuou como agente de segurança e oficial de justiça avaliador​ e, em 1993, após aprovação em concurso de provas e títulos, foi empossado juiz do trabalho substituto. Em 1995 foi promovido a juiz titular e ultimamente estava na titularidade da 3ª Vara do Trabalho de Belém, convocado para o Tribunal. 

A santarena Zuíla ​Lima ​Dutra, mestre e especialista em Direitos Fundamentais e das Relações Sociais, professora universitária e da Escola Judicial (do TRT8 e do TJE-PA) e da Escola Nacional de Magistrados Trabalhistas – ENAMAT, membro do Conselho Consultivo da Escola Judicial do TRT 8, membro da comissão nacional e gestora regional do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil do TST  e de Estímulo à Aprendizagem do TST/CSJT, além de membro da Comissão Nacional de Direitos Humanos da Associação de Magistrados Brasileiros, autora e coautora de livros e de diversos artigos, é uma magistrada que não se limita ao trabalho no gabinete e salas de audiência. Seu foco no resgate e valorização da infância e adolescência tem sido árduo e coroado de êxito, e inclui o Programa Trabalho, Justiça e Cidadania nos Estados do Pará e Amapá, do qual foi coordenadora, e diretora de Direitos Humanos e Cidadania da Amatra8. Zuíla começou a carreira como ​j​uíza do ​trabalho ​substituta em 1995, e foi promovida a ​t​itular em 1997. Nos últimos anos, era titular da 5ª Vara do Trabalho de Belém.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *