Nesta terça-feira (29) a presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, desembargadora Luzia Nadja Guimarães Nascimento, inaugura a sala da Ouvidoria da Mulher, espaço para sugestões, reclamações e denúncias relativas à violência contra à mulher, direitos políticos e à igualdade…

A praça do Mascate, na esquina da Av. Visconde de Souza Franco (Doca) com a Trav. Antônio Barreto, no bairro do Reduto, está sendo transformada em Praça Pet, espaço de lazer para os moradores e animais de estimação. O local…

Foi aberto ontem (25) um novo retorno para veículos no Km 08 da BR-316, perto de uma loja de peças de motos no sentido entrada de Belém, e em frente à Escola Raimundo Vera Cruz, no sentido de saída da…

A construção do muro de arrimo e urbanização da orla da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, avança ao longo de 1.200 metros de extensão. Gerenciadas pelo Governo do Pará, via Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, já foram executadas as…

Novo julgado trabalhista

A 12ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região decidiu que reclamante, após 13 anos de trabalho na mesma empresa, sem qualquer falta ou suspensão, foi demitido apenas 27 dias antes de entrar no período de estabilidade previsto na norma coletiva de sua categoria profissional, de forma que a atitude da reclamada só pode ser vista como tentativa de obstar um direito do trabalhador, cuja implementação não lhe interessava. Considerando a nulidade da dispensa obstativa, o Desembargador Relator Davi Furtado Meirelles acolheu a pretensão recursal e, tendo em vista o término do período estabilitário, determinou a conversão da reintegração em indenização, correspondente ao pagamento dos salários até a efetiva implementação da aposentadoria, decisão acompanhada pela unanimidade dos desembargadores da 12ª Turma do TRT-SP que participaram do julgamento. O acórdão 20090517622 foi publicado em 31/07/09.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *