Em reunião conjunta das Comissões de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO) e de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (18) foi aprovado o projeto de lei nº 363/2021, que autoriza o Governo do Pará a contratar operação…

Não houve o célebre círio fluvial de Oriximiná no rio Trombetas este ano, por causa da pandemia, mas a imagem de Santo Antônio flanou pelas águas, levada pela comunidade de várzea do Rio Cachoeiry, que celebrou o verão depois da…

Aprender mais sobre as boas práticas Lixo Zero e como aplicá-las no dia a dia, repensando hábitos de consumo e inspirando a população a enxergar os seus resíduos com dignidade é o que propõe a programação que acontecerá entre os…

Aprovado à unanimidade pela Assembleia Legislativa, o projeto de lei nº 245/2021, de autoria do Poder Executivo, dispondo sobre a denominação do Arquivo Público do Estado do Pará, em homenagem ao jurista e professor paraense Zeno Augusto de Bastos Veloso,…

Novo investimento em Barcarena


Nem tudo é desgraça em Barcarena(PA). A Timac Agro Brasil, multinacional francesa com foco na produção e comercialização de fertilizantes, apresentou à Federação das Indústrias do Pará o projeto da fábrica que será implantada no município, num investimento de R$ 150 milhões, que deverá gerar 250 empregos na fase de construção (as obras começam em março de 2016) e outros 250 postos de trabalho diretos na fase de operação, prevista para julho de 2017.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Adnan Demachki, entregou a escritura pública do terreno de 50 hectares adquirido pela empresa no polo industrial de Barcarena, e o secretário de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Luiz Fernandes, a licença prévia de instalação. Já o Senai fará o treinamento e qualificação da mão de obra local a ser contratada. 

Os principais produtos da Timac Agro são a linha de nutrição vegetal, animal e humana. A empresa atua no mercado desde 1959, tem 7,3 mil funcionários, dispõe de laboratório próprio e de 400 especialistas, doutores e pesquisadores, trabalhando no desenvolvimento dos produtos. Além disso, tem 2,3 mil técnicos que prestam consultoria diária aos produtores rurais, parceiros da empresa no fornecimento de matéria-prima, prática que será priorizada no Pará a fim de agregar valor à produção, sobretudo aos pequenos produtores agrícolas, salienta o secretário Adnan, adiantando que a empresa postulou benefícios fiscais do governo do Estado, que prometeu apoiá-la, mas uma das condicionantes acordadas é a priorização do fornecimento ao mercado interno, reservando para o mercado externo o excedente da produção. 

Estudo do banco Santander, divulgado na última quinta-feira (15), aponta o Pará como o único ente da Federação a não apresentar cenário de recessão este ano.  No momento em que o Brasil vive uma de suas crises mais sérias, com a perda de empregos diários, o Pará mostra condição de equilíbrio expressiva no cenário nacional, é o que apresenta a menor relação de dívida e receita corrente líquida. Nas últimas semanas, houve a confirmação de instalação no Pará de grandes grupos industriais, a exemplo da Cevital, Chocolates Ritzmann e Cacautec e Grupo Total E&P (Exploração e Produção) do Brasil.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *