Governador do Pará e presidente do Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, Helder Barbalho está com agenda intensa em Brasília, e em reunião com Lula nesta sexta-feira (27) apresentou documento proposto pelo CAL. Para o desenvolvimento regional do bioma amazônico,…

O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Nota oficial

19/04/2011 – Nota à Imprensa

A Assembleia Legislativa do Estado do Pará, por meio de sua Mesa Diretora, apóia e colabora com o Ministério Público e a Polícia Civil do Estado nas investigações que apuram denúncias de irregularidades nesta Casa.
Na manhã desta terça-feira, 19 de abril de 2011, promotores de justiça e policiais civis estiveram na sede deste Legislativo cumprindo mandados de busca e apreensão de documentos. Foram recebidos pessoalmente pelo presidente, deputado Manoel Pioneiro, que autorizou, de imediato, o trabalho de coleta das informações requeridas.
O Poder Legislativo do Estado do Pará reafirma, assim, sua firme decisão de oferecer os subsídios necessários para as investigações da Polícia e do Ministério Público, convicto de que este é o caminho adequado para o esclarecimento dos fatos em questão.
“Ao apresentar à Imprensa, no último dia 12, o relatório da Comissão de Sindicância Interna que apurou indícios de irregularidades em empréstimos consignados feitos por uma ex-servidora, o presidente deste Poder já antecipava, naquele momento, que a continuidade e até mesmo a ampliação das investigações eram da alçada do Ministério Público e da Polícia Civil.
Após a conclusão dos trabalhos da Comissão de Sindicância, o respectivo relatório foi imediatamente encaminhado ao Ministério Público Estadual no dia 15 de abril, em uma clara demonstração do compromisso da ALEPA em cumprir a lei e subsidiar e facilitar, como foi dito, o andamento das investigações.
O Poder Legislativo do Estado do Pará e sua atual Mesa Diretora continuarão colaborando com as investigações, e, acima de tudo, trabalhando para cumprir sua missão institucional de criação e de produção das Leis em benefício da transparência e da eficiência dos poderes constituídos e em defesa da sociedade.
fonte: Imprensa ALEPA”

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *