0
O juiz Marco Antônio Lobo Castelo Branco, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Belém, determinou hoje que o Sinditaf encerre a greve, aumentou o valor da multa para R$ 100 mil por dia, e também incluiu no mandado que o descumprimento da decisão acarretará em consequências criminais para os representantes legais do sindicato.
A PGE peticionou o aumento do valor da multa, uma vez que o Sinditaf iniciou movimento grevista e descumpriu a decisão proferida pela juíza Ana Patrícia Nunes Alves Fernandes, da 1ª Vara da Fazenda Pública de Belém, que havia considerado ilegal e abusiva a greve do sindicato, e estipulara multa no valor de R$ 50 mil por dia de descumprimento.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Debandada na Sefa

Anterior

Cai o pano

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *