0

O governo federal quer extinguir o DNPM e substituí-lo pela Agência Nacional de Mineração. Diz que assim vai recuperar áreas concedidas para lavra que não têm sido exploradas, o que causa prejuízos ao patrimônio público. Três projetos do novo código de mineração serão encaminhados a Lula, que poderá fazer alterações antes que sejam enviados ao Congresso Nacional. No bojo, o Conselho Nacional de Política Mineral, formado por vários ministérios e responsável por cuidar das políticas do setor. É bom que a bancada federal do Pará fique atenta para as novas regras.


Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Caminho do entendimento

Anterior

Justiça tardia

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *