A sesquicentenária samaumeira que perdeu seus galhos na madrugada desta segunda-feira (6) é memória afetiva de todos os paraenses e até de gente de fora do Pará e do Brasil que frequenta Belém durante o Círio de Nazaré. Localizada em…

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará oficializou o resultado da eleição suplementar em Viseu 39 minutos após o encerramento da votação. Foi eleito prefeito Cristiano Vale (nº 11 – PP – Voltando pra Cuidar da Gente) e vice-prefeito Mauro da…

Nem bem foi inaugurado, e ainda faltando a instalação dos bancos e finalização, o calçadão da Avenida Beira-Mar, em Salinópolis, sofreu diversas avarias. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras acionou a empresa responsável pela obra, que está executando ações…

A expectativa era grande em relação à ida do governador Helder Barbalho à Assembleia Legislativa para a leitura da Mensagem na instalação da 61ª Legislatura. Funcionou como uma espécie de termômetro da Casa, que abriga novos deputados na oposição, e…

MPF denuncia 36 falsos pescadores

Em oito ações, o Ministério Público Federal denunciou 36 pessoas pelo recebimento ilícito, entre os anos de 2005 e 2010, do seguro desemprego de pescador artesanal no município de Novo Repartimento, na região sudeste do Pará. O procurador da República Luiz Eduardo de Souza Smaniotto sustenta que, para ter acesso ao benefício no valor de um salário mínimo, pago durante o período do defeso aos que têm na pesca artesanal a única fonte de renda, os acusados apresentavam declaração falsa ao Ministério do Trabalho e Emprego. Nenhum deles exercia a profissão de pescador e a maior parte tinha vínculo empregatício com a prefeitura de Novo Repartimento.  Vejam aqui , aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui quem são os denunciados e a íntegra das oito ações do MPF na Justiça Federal. 

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *