0

Carros atolados na praia do Atalaia, em Salinópolis (PA), são fatos tristemente recorrentes. Mas estes vídeos mostram não só a presença de muitos carros na Ponta da Sofia – berçário de quelônios, em especial as tartarugas marinhas, que é declarada em lei área de proteção integral – como os terríveis danos ao meio ambiente e ao ser humano que essas pessoas praticam, impunemente. Vidros inteiros e em cacos, plásticos e lixo, muito lixo. E ninguém faz algo para coibir e muito menos para punir os infratores. O Ideflor-bio teoricamente é o órgão responsável pela proteção ao Monumento Natural do Atalaia. Mas, como diz o caboclo, malmente faz um cercadinho durante os meses de desova. Nos demais, a boiada derruba a cerca e passa. Cadê a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Superintendência do Patrimônio da União?

Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Cinema e os Destaques 2023

Anterior

Lançamento do 15º Guia Grande Belém

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *