A igreja de São Francisco de Assis em Belém do Pará, carinhosamente chamada pelos fiéis de "Capuchinhos", completará cem anos de sua inauguração em 02 de outubro de 2022. A abertura oficial das festividades será com um concerto na igreja…

O trânsito continua matando mais do que muitas guerras. A administradora Gina Barbosa Calzavara, coordenadora dos bosquinhos da Universidade Federal do Pará, fez uma emocionante homenagem à memória do jovem Jean Serique Lameira, esportista do ciclismo e que também usava…

O Laboratório de Engenharia Biológica do Parque de Ciência e Tecnologia - PCT Guamá está estudando o sequenciamento genético do açaí, de modo a assegurar a rastreabilidade de ponta a ponta na cadeia produtiva e padrões de qualidade para os…

A Lei estadual nº 9.278/2021, que entrou em vigor em 30 de junho deste ano, instituindo a obrigação de que pessoas residentes em condomínios, conjuntos habitacionais e similares comuniquem à Polícia Civil, de forma imediata, qualquer tipo de agressão praticada…

Meninos do Trem


Nesta quarta (25), a 9ª e 10ª promotoras de justiça da Infância e Juventude de Marabá, Alexssandra Muniz Mardegan e Lilian Viana Freire,  promovem a audiência pública “Meninos do Trem”, na Câmara Municipal, com início às 13h, e participação do engenheiro ferroviário canadense James R. Bertrand, que inspecionou a Estrada de Ferro Carajás no período de 8 a 21 de fevereiro de 2014. O evento é aberto à sociedade, mas só os inscritos poderão se manifestar, o que pode ser feito no local do evento, até 30 minutos após a abertura. Representantes do Ministério Público do Estado do Maranhão também vão participar, pois também abriram procedimento acerca do assunto. 

O caso “Meninos do Trem” trata da situação de crianças e adolescentes que embarcam clandestinamente no trem de transporte de minério da Vale, atravessando os Estados do Pará e Maranhão, e ficam expostos a contaminação pelo minério, sufocamento e atropelamentos, entre outros perigos. O trem, considerado o maior do mundo, atravessa 27 municípios (4 do Pará e 23 do Maranhão). Em 2012, durante audiência pública em São Luís(MA), a Vale firmou acordo assumindo responsabilidades e despesas na criação de um Plano de Segurança. Indicado para a tarefa, o engenheiro ferroviário da agência reguladora de transportes do governo canadense, James R. Bertrand, realizou inspeção ao longo da EFC a fim de expor suas impressões e sugestões sobre a situação e o Plano de Segurança apresentado pela Vale. 

Para conhecer o edital  da audiência, clique aqui.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *