O Papa Francisco nomeou o atual bispo da prelazia de Marajó (PA), Dom Evaristo Pascoal Spengler, bispo de Roraima (RR), que estava sem titular há um ano, desde a transferência de Dom Mário Antônio da Silva para a arquidiocese de…

Utilizar o futebol como ferramenta de transformação social para crianças e adolescentes de todo o Pará é o objetivo do projeto "Futebol Formando Cidadão", que será lançado neste domingo (29) no oeste paraense. A iniciativa é do Tapajós Futebol Clube,…

No próximo sábado, 28, é o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Esta semana, foram divulgados dados da Secretaria de Inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) referente a 2022, quando foram resgatados 2.575 trabalhadores em condições análogas…

Quase todo mundo já caiu na tentação de comer ou beber além do necessário, mas a data, 26 de janeiro, foi criada a fim de conscientizar a população sobre os perigos que a compulsão alimentar oferece à saúde. Neste ano,…

Marinor denuncia Senado

“Como senadora representante da luta pela lei da Ficha Limpa e pelo fim da corrupção, pela transparência e administração responsável do dinheiro público, tenho o dever, como parlamentar e cidadã, de denunciar o fato que vem ocorrendo no setor de transportes do Senado Federal.

Está prestes a ser efetivada, pelo Senado Federal, a terceirização dos serviços de transportes, com o aluguel de 81 veículos “zero quilômetro” ao preço aproximado de R$ 1.800,00 ao mês por cada veículo, totalizando R$ 145.800,0000,00  ao mês e R$ 1.749.600,00 ao ano.

Isto é, esta Casa, que deveria representar os interesses do povo brasileiro, está jogando o suado dinheiro do contribuinte brasileiro na lata do lixo. Vale ressaltar que frota atual de veículos da marca FIAT/MAREA, de propriedade do Senado Federal, se encontra em bom estado de conservação, atendendo de forma eficiente aos nossos Senadores e Senadoras. A oficina de apoio do Senado Federal presta um serviço de qualidade à nossa frota. Temos excelentes profissionais nessa área.

Também causa estranheza é que em apenas 03 anos e 02 meses de aluguel dos veículos, o dinheiro gasto nesse processo de terceirização daria para comprar uma frota de 81 veículos “zero quilômetro”, de qualquer modelo e fabricante, nos padrões de qualidade, segurança, luxo e conforto exigido nas especificações do edital.

Outra indagação que merece esclarecimento é sobre qual será o destino dos trabalhadores do setor de transportes e que garantias existem para a manutenção de seus empregos e salários. São chefes de família que sequer estão sendo informados sobre a manutenção ou não de seus empregos e suas situações funcionais caso se efetive a terceirização desse serviço.

No dia 3 de junho, realizei pronunciamento sobre a hipótese de terceirização e nenhum dos parlamentares presentes fez qualquer contestação aos meus argumentos em defesa da manutenção de frota própria de veículos.

É por isso que venho, por meio desta nota, tornar público e cobrar novamente, ao presidente do Senado Federal, Senador José Sarney e ao demais membros da Mesa Diretora, esclarecimentos sobre este absurdo e se existe algum grau de parentesco entre o proprietário da empresa que ganhou a licitação e algum senador, deputado ou servidor do Congresso Nacional.

Caso se confirme essa hipótese, ficará provado que esse milionário contrato não passa de uma imensa fraude contra a administração pública. Diante da situação, proponho o imediato cancelamento de todo o processo de licitação que envolve essa compra, até que todos os estudos sejam analisados, com o conhecimento e a participação dos parlamentares dessa Casa.

Coloco-me à inteira disposição para contribuir em todos os processos que visam economizar recursos públicos e aplicá-los segundo os princípios basilares da administração pública, com total e absoluta transparência. Dessa forma, estou cumprindo meu papel de parlamentar, fiscalizando nossos próprios atos, e solicitando aquilo que julgo razoável e adequado diante desse episódio que envolve um milionário contrato entre a iniciativa privada e a administração pública.

Brasília, 4 de agosto de 2011.

Senadora Marinor Brito, Líder do PSOL no Senado Federal.”

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on vk
Share on tumblr
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on linkedin

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *