0
Você precisa de um telefonema, sorriso, um simples ‘oi’ para que possa existir ou começar o dia? A ausência de sua cara metade causa sintomas físicos, como dor no estômago, náusea e enxaqueca? Sente-se só, vivendo em função de uma pessoa? Hummm… Saiba que está com todos os sintomas de dependência emocional aguda. Ficou com medo? Pois o Ministério da Consciência adverte: “Depender emocionalmente pode causar transtornos gravíssimos e infelicidade“. Misture baixa auto-estima, insegurança e desequilíbrio nas emoções e o provável resultado será um ser humano transformado em molambo. O remédio? Receitam os terapeutas: fuja de relações exclusivas e parasitárias. E se ame muito!
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Pais & filhos

Anterior

Ler é minha praia

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *