0
Vejam que ótima iniciativa: na Bienal do Livro de São Paulo será lançada a campanha O Direito de Ler. O projeto, organizado por Edições SM, contará com diversas ações como o “túnel dos direitos humanos”, o mini-selo Leituras do Escritor e a contribuição com o acervo da Biblioteca Viva, que será instalada em pavilhão anexo da Bienal, dentro do projeto Ler é a minha praia. A campanha é lançada no ano em que se comemora o sexagenário dos Direitos Humanos e pretende estimular a reflexão sobre a educação, além de fomentar a leitura e a produção literária.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Mal do século

Anterior

Na eternidade

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *