0

A Estação das Docas, um dos mais belos e agradáveis espaços de cultura, lazer e gastronomia do Brasil e ponta de lança do turismo paraense, precisa urgentemente da atenção do governo do Pará. Os banheiros continuam sujos, fétidos, sem toalhas de papel, com lixeiras lotadas e transbordantes. 
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, membro da Academia Paraense de Jornalismo, da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Bolsas para o Madrigal da UEPA

Anterior

Não custa fiscalizar

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *