0
A Assembleia Legislativa está na maior penúria, sem dinheiro sequer para fazer face à folha de pessoal deste mês e pagar a conta de luz, tudo porque acumula um déficit de R$9 milhões, que o governo do Estado deixou de repassar. Até o acordo que havia de que seriam pagos R$3,5 milhões para aliviar a situação não foi cumprido. Ao invés disso, foram depositados só R$1,5 milhão e ainda por cima descontados este mês, como se fosse adiantamento. Assim que a governadora Ana Júlia Carepa chegar, a Mesa Diretora pedirá audiência para tratar do problema, que é grave, apesar de todos os esforços, dos cortes e da austeridade administrativa. O presidente da Alepa, deputado Domingos Juvenil (PMDB), cogita inclusive reunir o Colégio de Líderes para fazer ver ao Executivo que os trabalhos do Legislativo estão sob risco de inviabilidade – o que seria um verdadeiro atentado à democracia, comparável ao fechamento da Casa.
Franssinete Florenzano
Jornalista e advogada, presidente da Academia Paraense de Jornalismo, membro da Academia Paraense de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico do Pará, da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo e do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, editora geral do portal Uruá-Tapera e consultora da Alepa. Filiada ao Sinjor Pará, à Fenaj e à Fij.

Dudu na malha do TCU

Anterior

Asas indomáveis

Próximo

Vocë pode gostar

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *